Tênis, sapatênis e sapato são itens básicos que todo o homem precisa ter no guarda-roupas. Afinal com esses três tipos de calçados você está pronto para praticamente qualquer situação, compondo os mais variados looks. Mas você sabe exatamente a diferença entre tênis, sapatênis e sapato? Se você tem alguma dúvida e quer descobrir, acompanhe esse artigo que vamos explicar tudo sobre cada um desses modelos.

A ORIGEM

Antes de falar sobre cada modelo especificamente é importante entender a origem deles. Dessa forma fica mais fácil compreender as diferenças e peculiaridades de cada um.

Inicialmente o sapato, naquele estilo mais tradicional e social era o principal calçado para ser usado fora de casa. Fosse para trabalhar, estudar ou visitar amigos e familiares.

Somente no século XIX, com a necessidade de um calçado apropriado à prática esportiva, surgiram os primeiros modelos de tênis. Naquele momento, os sapatos continuavam sendo o protagonista da moda masculina. E os tênis eram reservados exclusivamente para fazer atividades físicas.

Com o passar dos anos a moda masculina foi ganhando um viés mais casual. E os looks mais formais passaram a ser usados apenas em ocasiões que necessitassem tal traje. Dessa forma, com a busca pelo conforto e um estilo casual que se adequasse à rotina de trabalho, sem perder a sofisticação. Surgiu o sapatênis, que mescla elementos dos sapatos com características do tênis. Criando um visual equilibrado e garantindo conforto para o dia a dia. No Brasil, isso aconteceu no início da década de 90, com o lançamento do clássico G900 da Kildare. Que ficou conhecido como o primeiro sapatênis do Brasil.

Agora que já entendemos um pouco da história desses modelos, vamos falar um pouco mais sobre cada um.

Tênis

Os tênis também evoluíram bastante durante todo esse tempo e atualmente podemos citar dois principais tipos. Os tênis casuais e os esportivos. Graças a essas novas variações, hoje em dia, um tênis é perfeitamente aceitável para compor um look casual e super estiloso.

Mas afinal, quais são as principais características que definem um tênis?

No caso dos modelos esportivos, eles contam com diversos componentes necessários para garantir um melhor desempenho na prática esportiva. Bem como para a saúde dos pés. Mas no geral, mesmo nos modelos mais casuais os tênis possuem um design mais robusto, geralmente acolchoado, com solados mais altos. Podem existir modelos com diferentes tipos de cadarço, mas o formato tradicional, de amarrar, é o mais comum dentre os modelos.

Sapatênis

Como vimos, o sapatênis tem o objetivo de ser um intermediário entre o tênis e o sapato. Dessa forma, ele traz um design mais limpo e enxuto, buscando um equilíbrio entre a formalidade e a casualidade. Sendo assim, é um calçado versátil que se destaca pela sua facilidade de combinar com diferentes estilos.

Desde os looks mais casuais até àqueles mais arrumados.

O cabedal em couro é o mais comum no modelo. Diferente do tênis que frequentemente apresenta cabedal em tecido. Além disso possui um solado mais baixo e discreto. Além disso possui um solado mais baixo e discreto. Os cadarços elásticos também são mais frequentes embora também exista modelos com cadarços tradicionais.

Sapato

Por fim o sapato é mais voltado para aquele visual bem sofisticado e por vezes, até mesmo, formal. Assim eles possuem um design mais tradicional e bem ajustado ao pé. Os solados são bem finos, ganhando pouco destaque, quando se vê o produto de lado.

Podem aparecer tanto com ou sem cadarços. Nos modelos que apresentam o item são utilizados cadarços mais finos, e discretos. Tudo pensado para proporcionar o máximo de sofisticação ao visual.

E aí, gostou do conteúdo? Agora que você já sabe a diferença entre tênis, sapatênis e sapato, que tal acessar o site da Kildare e garantir aquele modelo que mais adapta ao seu estilo de vida?