Se você sempre quis ter um bigode, mas ainda tem alguma insegurança em relação ao seu uso, este post foi feito para você. Muitos homens têm dúvidas sobre qual formato é mais adequado para o seu tipo de rosto e, também por medo da reação das pessoas, acabam não deixando os pelos crescerem. Com a grande variedade de tipos de bigode, é importante que um profissional o ajude a escolher o modelo ideal.

Para deixá-lo mais inspirado, selecionamos os principais tipos de bigodes, junto às suas características, para você encontrar o seu favorito. Ficou curioso? Então, continue acompanhando este post!

Os principais tipos de bigode

A maioria dos homens, pelo menos, uma vez na vida, sonha em deixar o bigode crescer. Ter o famoso mustache, como chamam no exterior, é uma ótima forma de evidenciar seu estilo e sentir-se mais bonito. E o melhor de tudo: existem tantos formatos que é impossível que essa experiência não se torne, ao menos, divertida.

Confira os tipos de bigodes mais comuns de se encontrar!

Chevron

BIGODE CHEVRON

Talvez pelo nome você não reconheça, mas certamente já viu esse formato. Lembra-se do bigode do vocalista da banda Queen, Freddie Mercury? É dele que estamos falando. Esse modelo é caracterizado pela sua largura e sua grossura, cobrindo uma parte do lábio superior.

Além de ser um dos mais clássicos, é um dos mais fáceis de manter. Sem contar que combina com a maioria dos rostos, desde que tenha a tendência de pelos volumosos. Por que não aproveitar que esse modelo nunca sai de moda e, de quebra, ainda parecer um astro do rock?

Inglês

bigode inglês

Já esse modelo teve inspiração nos bigodes que os mordomos ingleses usavam no século XX. Eles costumam ser mais longos e finos, com as pontas levemente inclinadas para cima, em uma pequena volta.

Esse é o tipo ideal para quem não tem interesse em ter um bigode muito grande e gosta de seguir uma linha mais hipster de estilo. No entanto, à medida que os pelos crescem, eles precisam de bastante atenção e manutenção.

Handlebar

Bigode handlebar

O handlebar se assemelha muito ao bigodón mexicano e é inspirado nos artistas circenses do início do século XX. Seu formato também lembra o bigode inglês, porém, dessa vez, é mais largo e comprido, mantendo as pontas curvadas para cima.

Ele é indicado para pessoas que têm muito volume de pelos na face e que têm paciência para manter os fios alinhados, visto que é necessário apará-los corretamente para fazer as voltinhas. Além do mais, combinam bastante com pessoas que têm a barba comprida, deixando o homem com um estilo lenhador.

Morsa

Powered by Rock Convert

O bigode morsa é aquele que contorna a boca e chega até a linha do maxilar. Seu formato é mais grosso e cheio, sendo válido apenas para rapazes com tendência a ter grande volume de pelos. Ele cai bem em pessoas com cortes de cabelo muito curtos ou muito compridos.

Lápis

Bigode lápis

Esse é o estilo mais discreto e popular entre os homens, mas não deixa de ser necessária uma manutenção frequente, para não ter perigo de errar o modelo, que é mais curto e fino. Diferentemente dos outros tipos de bigode, o lápis fica melhor quando não é combinado com uma barba.

E tem como falar de tipos de bigode sem falar também dos diferentes estilos de barba? Podemos citar o cavanhaque, ducktail, old dutch — famoso lenhador —, ou, até mesmo, aquela do dia seguinte, que está despretensiosamente por fazer. Assim como os bigodes, o formato da barba depende do seu tipo de rosto.

Os cuidados essenciais para todos os tipos de bigode

Não basta apenas decidir qual o tipo de bigode que se encaixa em seu rosto, se você não der aquele trato básico, né? Pois bem! Pensando nisso, a gente também separou alguns cuidados fundamentais para sempre deixar o “bigodon” naquele estilo impecável e com um visual de causar inveja a muito marmanjo por aí. Vamos conferir?

Higiene

Bom, nem precisa dizer muita coisa em relação a manter a higiene do bigode em dia, concorda? Afinal, ali, é possível acumular comida, açúcar e outras coisas, e, sem cuidados, o bigode pode ter uma aparência feia e até desagradável. Por isso, não dê o mole de não limpar ou lavar o rosto sempre depois das refeições e capriche bem na hora do banho.

Ah, para garantir aquele cheirinho e a maciez de que o bigode precisa, sabia que existem shampoos específicos para isso? Pois é, prefira sempre cosméticos de barba, pois, geralmente, são compostos por ingredientes certos para a limpeza dos fios e da pele do rosto. Assim, você deixará o mustache brilhando!

Hidratação

Outro cuidado que muito cara de bigode deixa passar é a hidratação. Afinal, diversos fatores podem ajudar os fios e a pele a ressecarem, como a exposição ao sol e o excesso de produtos químicos, como as tintas. Aí, já viu, né? Um bigode ressecado acaba com todo o charme do estilo, então, não faz sentido tê-lo.

Para isso, é recomendado, além do shampoo, contar com alguns cosméticos específicos para a hidratação. Não sabe escolher? Então, vamos lá! Existem os óleos de barba, que servem muito bem para o bigode também; esfoliantes de rosto, que ajudam na limpeza dos poros e, de quebra, amaciam os pelos e, por fim, um produto chamado Balm para barba, que modela e protege os fios. Esse é o arsenal básico de todo bigodudo caprichoso!

Corte e pontas

Bom, você deve sempre aparar aquelas pontinhas maiores do bigode, até mesmo para manter um tamanho ideal e evitar, por exemplo, que os fios cheguem à boca. Só que você sabia que isso ajuda também no crescimento e na saúde dos pelos? Pois é! A tendência dos fios é sempre perder a força nas extremidades e, por isso, aparar com frequência ajuda a retirar essa parte enfraquecida, quebradiça e ressecada. Portanto, tenha sempre uma tesourinha no banheiro e vá treinando seu dom de barbeiro em frente ao espelho.

Toques finais

Para finalizar os cuidados essenciais, nada melhor do que dar aquele toque final no estilo, concorda? Não faz diferença quais tipos de bigode você pretende ostentar! É imprescindível sempre estar com um visual impecável e bonito, sem fios rebeldes, amarelados e desarrumados.

Para isso, você pode recorrer a alguns “macetes”. Vamos lá! Invista em um pente de madeira e sempre saque-o do bolso quando necessário. Experimente também uma boa cera de bigode para modelar do jeito que mais gostar. E, por último, se achar preciso, aposte em um escurecedor para dar aquele tom mais forte e de destaque.

Enfim, esses foram os principais tipos de bigodes que você pode ostentar e os cuidados essenciais para manter a aparência sempre no capricho. Claro que, para fazer sucesso de verdade, você deve investir no visual completo, como aquela camisa perfeita, uma calça da hora e um calçado de causar inveja. Feito isso, amigo, não tem erro! É desfilar na rua e observar os olhares!

Curtiu? Quer mais umas dicas infalíveis para caprichar no visual? Então, leia também o nosso post sobre como cuidar bem de suas tatuagens e deixá-las mais bonitas. Corra lá!