Black fridayPowered by Rock Convert

Não há crise — ou alta do euro — que fará você desistir de sua eurotrip! Apesar de tudo isso realmente existir, quem souber se planejar e assumir o espírito aventureiro vai ver que ninguém precisa ser rico ou esbanjar para explorar o velho continente. Para provar isso, a gente separou algumas dicas básicas e fundamentais para os viajantes que pretendem cruzar o oceano e realizar um mochilão na Europa.

E aí, preparado para embarcar? Então, antes de colocar a mochila nas costas, veja nossos conselhos para tudo dar certo em seu roteiro. Vamos começar?

Por que fazer uma viagem estilo mochilão na Europa?

Engana-se quem acha que mochilão é passar perrengue na viagem. Muito pelo contrário! Pode ser a melhor experiência de sua vida e sem precisar se arriscar ou passar por alguns apertos. Afinal, um mochilão na Europa é mais do que comum e, certamente, você não estará sozinho nessa aventura.

Tem muita gente nessa vibe por lá e é uma forma de explorar o velho continente com uma outra visão, mais econômica, alternativa e divertida. Além disso, a Europa conta com uma estrutura impressionante de hospedagens mais em conta, transporte para todos os cantos e, claro, atrativos a se perderem de vista.

Como fazer um mochilão na Europa sem passar apertos?

1. Defina o roteiro com calma

Por onde você pretende começar e onde vai terminar? Esse é o primeiro ponto a ser levado em consideração. Feito isso, é hora de traçar, no mapa, o roteiro completo, pesquisar pelas cidades do caminho, seus atrativos, sua cultura e as distâncias. Assim, fica mais fácil de desenhar uma rota e definir os dias necessários para cada destino escolhido.

2. Defina um orçamento diário

Uma dica para curtir um mochilão na Europa sem passar apertos é fazer um orçamento diário. Quanto você tem disponível para gastar na viagem toda? Então, é só dividir isso pelo número de dias que vai passar e ver se é o suficiente para cobrir as hospedagens, a alimentação, os passeios, os transportes etc.

Se achar que fica muito apertado, veja se é necessário mudar alguma parte do roteiro ou economizar mais um pouco. No próximo tópico, há mais dicas sobre isso!

3. Pesquise opções alternativas

O bom de um mochilão na Europa é que se pode recorrer a certas alternativas mais econômicas. Por exemplo, na hora de se hospedar, prefira um hostel, no qual é possível compartilhar o quarto com outros viajantes e, normalmente, dá para cozinhar lá também. Isso já ajuda bastante no orçamento!

Evite também os táxis! Na Europa, locomover-se é fácil e, nas principais cidades, o metrô e os ônibus funcionam bem e com segurança. Ah! Como dica extra, alguns aplicativos, como BlaBlaCar e AirBnb, também podem ser grandes aliados na trip!

Quais destinos não podem faltar em um mochilão na Europa?

O velho continente é repleto de histórias e destinos incríveis. Fica até difícil escolher um único roteiro por lá, mas, para ajudar, separamos alguns dos lugares mais incríveis que não podem ficar de fora de nenhum mochilão na Europa. Confira:

  • Portugal (Porto, Lisboa e Algarve);
  • Espanha (Madri, Sevilha e Barcelona);
  • França (Paris, Marselha e Bordô);
  • Alemanha (Berlim e Hamburgo);
  • Holanda (Amsterdã);
  • Itália (Roma, Milão e Veneza).

Enfim, essas foram nossas dicas para o seu mochilão na Europa. Não temos dúvidas de que uma viagem pelo velho continente será inesquecível e com muitas surpresas boas. Não se esqueça de conferir o passaporte, arrumar bem a mochila, separar aquele calçado confortável para bater perna e, claro, levar a câmera fotográfica. Boa viagem e bom passeio!

Curtiu? Ainda precisa de mais dicas para seu mochilão na Europa? Então, não deixe de conferir também nosso próximo post e saiba mais detalhes de como planejar uma boa viagem.