Acabou-se o tempo em que os homens ficavam para escanteio quando o assunto era moda. Afinal, a cada estação, novos modelos são criados e os antigos, recriados. E quando se pensa nos pés, o assunto não poderia tomar outro rumo.

A moda dos calçados masculinos já conta com diversos modelos, e um dos que mais tem ganhado visibilidade é o sapatênis. Seja por sua estrutura leve e moderna. Ou seja pela ampla gama de uso, esse modelo está em todos os lugares – inclusive até as mulheres já ganharam sua versão.

Mas afinal você sabe como surgiu o sapatênis? Quer saber o que isso tem a ver com o uso que fazemos dele? Então, seja o cara mais informado da sua turma, continue a leitura e descubra mais sobre esse calçado mil-e-uma ocasiões.

Os primeiros passos

A moda pede por tendências inovadoras. Durante o século XX foi percebida a necessidade de incluir essas “peças inovadoras” ao uso cotidiano do universo masculino.

No caso dos calçados, o sapato social sempre foi o item indispensável do guarda-roupa de um homem. Pois é um símbolo de elegância e formalidade, esse calçado sempre esteve presente, e por muitos anos foi o único item de que dispunham.

Na segunda metade do século XX, chegaram os tênis. Inicialmente exclusivos à prática de esportes, mas que aos poucos começaram a cair no uso cotidiano. Seja pelo conforto, seja pelo ar jovial que traziam à personalidade.

Mas até então a única coisa que uniam esses dois modelos eram os pés…

Que se faça a luz… Quer dizer, o sapatênis!

A crescente necessidade de os homens terem seu espaço reconhecido dentro da moda. E também poderem ser associados a um estilo mais leve e jovial ganhou peso e contornos que pediam ação.

Assim, dar uma nova roupagem ao estilo “básico” que muitos homens, até então, assumiam como eterno e imutável se tornou importante. E mundo dos calçados, essa ascensão não podia ser diferente – e não poderia vir em melhor hora.

Os sapatênis surgiram dessa ânsia de inovação. Buscando levar o conforto dos tênis esportivos para o dia a dia do homem. Sendo coringa entre o formal e informal, clássico e jovial. Por isso, a criação e ascensão desse modelo se tornou natural, atraindo grandes públicos. Além disso, claro, é um item indispensável a um homem moderno.

No Brasil, a Kildare foi a precursora desse movimento. Trazendo a ideia do sapatênis e o estilo do calçado casual para o dia a dia do homem Brasileiro, que até então utilizava o tênis exclusivamente para a prática esportiva. Isso aconteceu em 1991, quando lançou o famoso G900, que trazia um design limpo e sofisticado, levando assim, conforto e estilo para o dia a dia dos homens. Esse modelo passou a ser considerado o primeiro sapatênis do Brasil e se tornou um clássico da marca, ganhando versões mais modernas e atualizadas. Que o levaram a ser um dos produtos mas vendidos até os dias de hoje.

Veja também: Sapatênis: conheça a sua origem e principais vantagens do modelo.

Definindo um sapatênis

Veja abaixo algumas das características que fizeram desse modelo algo tão especial:

  • Transita entre a formalidade e informalidade;
  • Mistura entre a elegância do sapato social com o despojamento do tênis;
  • Modelo com sola baixa e neutralidade nos detalhes;
  • Geralmente possuem cores sóbrias;
  • Materiais mais comuns: couro, camurça e lona;
  • Combinam com todas as idades e estilos;
  • São confortáveis e dão um ar de leveza ao visual;
  • Permitem diversas possibilidades de combinações com roupas e acessórios;
  • Ideal para os momentos casuais da vida, como passeios em shoppings, festas na casa dos amigos, jantares em família, e até festividades de sua empresa (que não sejam extremamente formais, claro).

E então, se sente mais informado?

Agora que você já sabe tudo sobre como surgiu o sapatênis, seja aquele cara que ensina a turma de amigos a andar na moda com bom estilo!

E nada como falar de estilo na prática, não é? Então aproveite e veja os modelos disponíveis na nossa loja virtual!