Black fridayPowered by Rock Convert

Não há nada melhor que aquela reunião com os amigos ou um encontro com a parceira no final de semana. Para isso, também é necessário sempre ter um bom menu em mente e, claro, um vinho de qualidade para acompanhar. Mas e aí? Você sabe como escolher um bom vinho ou vai arriscar pegar qualquer um na prateleira do mercado? Não rola, né? 

Relaxa! Mesmo que você não seja nenhum expert no assunto, existem algumas dicas básicas que são infalíveis para não errar na hora de escolher a bebida e é justamente sobre isso que vamos falar neste post. Quer saber mais e acertar em cheio na escolha? Então, continue a leitura e tome nota! Vamos lá! 

Por que é importante saber como escolher um bom vinho? 

Então, o vinho não é uma bebida qualquer, né? Tanto é que, geralmente, escolhemos essa opção para ocasiões especiais, concorda? Por esse motivo, é fundamental saber como escolher o tipo certo para o momento certo. Além disso, essa bebida envolve muito o paladar e combinações certas, o que é essencial para harmonizar com o alimento que será servido. 

Por fim, vale lembrar que há muitos tipos diferentes de uvas, o que pode confundir na hora de escolher e, até mesmo, desagradar o convidado. Então, vamos ao que interessa e saiba como escolher um bom vinho a seguir! 

Afinal, como escolher um bom vinho? 

Leia o rótulo 

Como dissemos, há muitos tipos de vinhos disponíveis no mercado e os detalhes e informações constam nos rótulos, como o tipo da uva (Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec, Carménère, entre outros), o ano de produção, o país ou a região de origem etc.

Mesmo que você não seja um expert, essas informações podem dizer muito do produto, especialmente, referente à sua origem. Alguns países, como França, Itália, Portugal, Argentina, Chile, Uruguai e o sul do Brasil, são referências de qualidade. Por fim, a data da safra também é importante. Quanto mais velho, a tendência é que o sabor seja ainda mais apurado!

Saiba harmonizar 

Antes de saber como escolher um bom vinho, é bom já saber qual vai ser o menu! Como falamos acima, cada tipo da bebida combina melhor com determinados alimentos. Por exemplo, pescados e frutos do mar caem bem com um bom vinho branco, rosé ou verde. Já para carnes vermelhas ou massas com sabores muito predominantes, o vinho tinto pode ser o mais indicado.

Isso se dá por uma questão de nosso paladar e, naturalmente, nossa língua “reconhece” melhor essas combinações. Mas, claro, o mais importante é seguir os seus próprios gostos. 

Leve em consideração o preço 

O Brasil, tirando a região Sul, não é uma das principais referências de produção vinícola internacional, o que não significa que não tenhamos produtos de qualidade. No entanto, algumas marcas estrangeiras acabam saindo um pouco mais caras nos mercados, mas isso também não impede de encontrarmos bons vinhos a preços viáveis.

O que queremos dizer é que você deve levar em consideração o valor que está disposto a pagar e não, necessariamente, que os mais caros serão os melhores. Isso é muito relativo! Há vinhos nacionais e internacionais muito recomendados e com excelentes preços!

Enfim, agora que você sabe como escolher um bom vinho, é hora de preparar o menu, organizar as coisas, caprichar no visual e impressionar os convidados. Ah, e não se esqueça de anotar o nome e a marca do produto se tudo for um sucesso, hein?

Curtiu? Gosta de produtos requintados e de impressionar seus convidados? Então, temos mais umas dicas imperdíveis para você! Leia também nosso próximo post e descubra as diferenças e tipos de cafés. Corra lá e boa leitura!